Vida pessoal/vida profissional. A última palavra em colaboração.

O mundo está a mudar. Muito depressa. E isto é muito aliciante. Acreditamos que hoje não há espaço para compromissos. Já não se trata de uma ponderação entre mobilidade e segurança, entre criatividade e produtividade ou entre vida profissional e vida pessoal – é uma questão de colaboração. As nossas prioridades e as nossas paixões estão totalmente interligadas numa única história. Bem-vindo à dicotomia Vida Pessoal/Vida Profissional: Tudo na sua vida tem de encaixar na perfeição.

Redefinir a Dicotomia Vida Profissional/Vida Pessoal 

Até 2025, os Millennials serão 75% de toda a força de trabalho global em todos os níveis das organizações: desde o estagiário aos cargos de direção.

As suas atitudes e expectativas em relação à vida profissional e à vida pessoal irão redefinir a forma como as empresas inovam, como recrutam e retêm os talentos, e como preparam os colaboradores para o sucesso.

O que podem, então esperar?

Os colaboradores querem empenhar-se totalmente naquilo que fazem, criar onde querem, quando querem e com quem querem: total flexibilidade sem esforço,

Uma força de trabalho global

As empresas são cada vez mais globais. As fronteiras em termos de tempo, localização, espaço e estrutura são cada vez mais difusas.

Qualquer que seja a dimensão da empresa, o trabalho já não está confinado a uma secretária das 9:00 às 18:00 durante os dias de semana. As pessoas estão em constante movimento. O sucesso significa interligá-las, juntamente com as informações de que necessitam, em qualquer altura e em qualquer lugar.

Não é só uma questão de localização. As organizações estão a inspirar-se e modelos de Coworking, como o WeWork, que permitem aos colaboradores trabalhar em qualquer lugar, mas com a flexibilidade de poderem frequentar escritórios modernos com ferramentas de colaboração digitais que ultrapassam os limites geográficos.

Compreender a Dicotomia Vida Profissional/Vida Pessoal

Acreditamos que estas tendências são essenciais por realçarem as oportunidades e os desafios que enfrentamos nos próximos anos.

Também sugerem soluções, à medida que uma nova geração de tecnologias nos permite dotar os colaboradores de ferramentas inovadoras.

Esta é a altura mais fascinante para trabalhar nos negócios.

As empresas que sobreviverem e prosperarem serão aquelas que conseguirem encontrar respostas às seguintes perguntas:

  • Como interajo e motivo os meus colaboradores?
  • O que poderá promover a criatividade?
  • Como utilizo a IA para melhorar a produtividade dos meus colaboradores?
  • Como posso criar um local de trabalho apelativo para os meus colaboradores?