logótipo

Por que motivo a confiança é um ingrediente essencial na transformação digital dos cuidados de saúde?

Veronica Jagher

Veronica Jagher

Health Market Director, Microsoft Western Europe

Tempo de leitura, 7 min.

Há semanas que o meu telefone mal deixava de tocar. E agora estava a tocar outra vez.

“Veronica”, disse a voz do outro lado, “temos uma ideia!”

Reconheci logo quem era. Conheço Carlo Tacchetti há quase tanto tempo, desde que trabalho na Microsoft. É professor na Universidade Vita-Salute San Raffaele e Diretor do Centro de Imagiologia Experimental no IRCCS San Raffaele, um dos mais importantes hospitais em Milão.

Estávamos na primavera de 2020, quando a Covid-19 estava apertar o cerco sobre a Itália. Nem eu nem nenhum dos membros da minha equipa tinha tempo para almoçar ou fazer algo mais do que trabalhar. As nossas caixas de entrada estavam quase a rebentar pelas costuras com o peso dos e-mails recebidos.

Naquela altura, os médicos estavam a ter dificuldades em identificar os pacientes mais vulneráveis de entre os que eram afetados pelos sintomas mais ligeiros do coronavírus. Por isso, não tinham outra opção do que admitir todos no hospital, o que significa que rapidamente ficaram sem camas na UCI.

Carlo explicou que ele e o seu colega Antonio Esposito, um outro professor na Universidade Vita-Salute San Raffaele e Diretor-Adjunto do Centro de Imagiologia Experimental, tinham pensado numa forma de resolver o problema. A ideia deles era utilizar a cloud da Microsoft e a tecnologia de IA para criar um algoritmo que pudesse calcular o nível de risco de cada paciente. Este algoritmo iria analisar imagens de diagnóstico, parâmetros clínicos e laboratoriais, estados de inflamação e perfis genéticos. Em seguida, em teoria, ajudaria a prever rapidamente se um paciente teria de ser enviado para a UCI ou poderia recuperar em casa.

“Podes ajudar-nos?” perguntou Carlo.

É claro que o íamos ajudar. Assim que desliguei o telefone, contactei dois colegas e juntos começámos a tentar criar o algoritmo. E o resultado é o AI-SCoRE: uma colaboração entre o Hospital IRCCS San Raffaele e a Microsoft, além da equipa de parceiros que reunimos, incluindo a NVIDIA, Porini e Orobix, com o objetivo de ajudar os médicos a identificar de forma rápida e precisa as pessoas mais em risco devido à Covid-19 e com total respeito pela privacidade dos pacientes.

Agora, eu e o Carlo, que tem especialização em oncologia, estamos a pensar como podemos levar a ideia mais longe. Pretendemos criar algoritmos semelhantes para ajudar a tratar pacientes com cancro, especialmente para identificar aqueles que têm mais probabilidade de uma recaída. Assim, Carlo poderia redobrar a vigilância e tomar medidas preventivas.

A confiança nasce de um objetivo comum

Penso que um dos motivos pelos quais Carlo me contactou é o facto de termos um objetivo comum. A transformação digital nos cuidados de saúde é mais do que um interesse profissional para mim e para a minha equipa. Tal como Carlo, acreditamos que o acesso a cuidados de saúde equitativos é um direito fundamental de todos os cidadãos. E, em grande medida, isso passa pela otimização da qualidade dos cuidados, tornando-os mais eficazes, eficientes e sustentáveis com a tecnologia digital, sem perder de vista a confidencialidade dos pacientes e a proteção de dados.

Seguramente, não somos a única equipa com esta visão. O mesmo se pode dizer dos nossos parceiros e da Microsoft no seu todo, com a sua missão de “capacitar todas as pessoas e organizações do planeta a ir mais longe.” Esse objetivo comum é a semente a partir da qual a confiança pode crescer.

Com essa confiança, juntamente com a fiabilidade associada às capacidades de segurança, privacidade e conformidade da Microsoft, as organizações de saúde podem agir muito mais rapidamente quando necessário. E um exemplo que me vem à cabeça é a maior organização de cuidados de saúde da Finlândia: o HUS.

O HUS é um dos nossos clientes habituais. Juntos e ao longo de vários anos, temos implementado novas ferramentas digitais. Os serviços de cloud Microsoft e o Microsoft 365 já foram adotados pelo pessoal. Com a entrada em vigor das medidas de distanciamento social em 2020, tanto os pacientes como os médicos precisavam de mudar a sua forma de interação. Assim, o HUS rapidamente alargou a escala de 5000 utilizadores do Microsoft Teams para todos os seus 29 000 colaboradores.

Adotando uma estratégia que, em tempos normais, teria exigido uma mudança lenta e incremental, o HUS conseguiu passar para as consultas virtuais, teletrabalho, colaboração online e agendamento digital, quase de um dia para o outro. E fê-lo com total confiança de que os seus dados seriam protegidos da melhor forma possível.

A clínica de neurocirurgia do HUS começou a utilizar o Teams para partilhar tomografias em segurança e tomar decisões de tratamento mais rápidas. Está até a considerar colocar um tablet junto a cada cama dos seus 23 hospitais, para que o pessoal possa falar com os pacientes sem ter de entrar nas salas e arriscar a propagação de infeções.

Se o HUS não confiasse completamente na Microsoft, na nossa plataforma e nas nossas funcionalidades de proteção de dados, privacidade, segurança e conformidade, uma mudança tão rápida e positiva seria impensável.

Parcerias assentes na privacidade, segurança e conformidade

Conforme descrevi, creio que a confiança começa com as pessoas. Mas considerando o mundo cada vez mais complexo em que vivemos, a Microsoft também desempenha um papel importante. Quando os clientes nos escolhem, beneficiam de um sistema de segurança inteligente de ponta, integrado em todo o nosso portefólio de soluções. Beneficiam também do machine learning e da automatização, implementados para enfrentar as ciberameaças, além de um conjunto completo de funções inovadoras em matéria de conformidade, privacidade, transparência, proteção legal e RGPD.

Os hospitais e as organizações de cuidados de saúde são principalmente dirigidos por médicos que nem sempre são especialistas em tecnologia digital. Essa é uma das razões pelas quais iniciativas como a Microsoft AI Business School for Healthcare são tão úteis. Mas, mais importante ainda, é o motivo precisamos para continuar a demonstrar que a plataforma e as soluções de Microsoft assentam na confiança.

Brad Smith é um pioneiro desta abordagem. Está por trás de projetos como “AI for good”, que promove a utilização ética da inteligência artificial, ou da disponibilização do nosso serviço de notificação de ameaças, AccountGuard, para as organizações de cuidados de saúde e de direitos humanos que trabalham com a Covid-19. Inclusive, lançámos uma iniciativa para ajudar 25 milhões de pessoas de todo o mundo a adquirir as competências digitais necessárias numa economia afetada pela Covid-19. Todos estes esforços ilustram o compromisso da Microsoft de tornar a tecnologia numa força digna de confiança e positiva para todo o mundo.

E, no entanto, reconhecemos que não temos sempre todas as respostas. O mundo continua a mudar. Por isso, a abordagem da Microsoft é nunca ficar complacente e manter o compromisso com a aprendizagem contínua.

A confiança irá tornar-nos mais resilientes   

Pensando no futuro, sei que as organizações estão desejosas de resolver os grandes problemas que afetam o setor. Na Europa, algumas autoridades não investiram na infraestrutura sanitária tanto como deveriam. Enfrentamos uma população envelhecida, doenças crónicas e a ausência de dados interoperáveis. No entanto, histórias como a do Hospital IRCCS San Raffaele, de Milão, e do HUS, na Finlândia, demonstram que através de uma colaboração entre organizações e parcerias assente na confiança poderemos estar à altura e fazer face a qualquer desafio que nos espere.

Ebook grátis: cinco táticas para melhorar a segurança e a conformidade em saúde

Descubra como manter a conformidade com os requisitos de segurança de dados enquanto a sua organização adota tecnologias como Inteligência Artificial e IoT.

Descubra mais artigos relacionados por indústria:

Autoridade Pública

Comércio & Retalho

Cuidados de Saúde

Educação & Formação

Indústria

Descubra mais artigos relacionados por dossier:

Dicas

Digital Transformation

Histórias dos nossos Clientes

  • uma pessoa sentada à frente de um computador portátil

    A abordagem “Big Bang” à transformação digital e como fazê-la vingar

    O conceito “business as usual” está ultrapassado. A mudança e a disrupção são agora a nova normalidade. Basta olhar para as mudanças que estão a afetar a sua organização, com novas tecnologias e técnicas que levam a novas atitudes e expectativas da parte de colaboradores e clientes. Tudo está a mudar. E o que todas […]

Segurança e Privacidade

  • Paz de espírito no que toca a Privacidade e Segurança

    Paz de espírito no que toca a Privacidade e Segurança

    “Devidamente armazenados na Cloud, em conformidade com a regulação e protegidos pelos melhores serviços de segurança, os seus dados, bem como as ferramentas que utiliza para explorá-los, podem verdadeiramente otimizar o seu negócio.” O mundo é agora intrinsecamente mais perigoso do que nunca, e as ameaças que enfrentamos à cibersegurança são cada vez mais sofisticadas. […]