360° AI

Uma nova forma de pensar na transformação digital: O Modelo 360° para a IA

Carlos Campos

Carlos Campos

Digital Transformation Lead

Tempo de leitura, 2 min.

Atualmente, estamos em pleno período de grande entusiasmo sobre como a inteligência artificial vai moldar o futuro do mercado laboral.

Os executivos de todo o mundo colocam-se várias perguntas: Como pode a minha empresa utilizar a IA de forma eficaz? Estamos a explorar as oportunidades de negócio certas? Estamos abertos à mudança?

O percurso para a transformação digital através da IA não é claro e direto. As tecnologias estão em permanente mudança e desenvolvimento. O potencial altamente diversificado e praticamente ilimitado da IA é ao mesmo tempo extraordinário e esmagador.

Tudo isto significa que pode ser difícil saber como estruturar uma abordagem à inovação na IA. Quais são as conversas que vão despertar novas ideias? Como é que uma empresa avalia se a sua cultura e a sua liderança promovem a inovação? Que vantagens da IA está realmente a aproveitar e quais está a desperdiçar?

Nesta ótica, a Microsoft desenvolveu O Modelo 360° para a IA para ajudar a despertar estas conversas e apresentar uma estrutura estratégica do planeamento da transformação digital.

O Modelo

A Microsoft estabeleceu uma parceria com a EY para examinar a utilização da IA em maior detalhe no relatório “Artificial Intelligence in Europe Report” sobre a inteligência artificial na Europa. O relatório assenta nos dados de 277 empresas de 7 setores e em 15 países e oferece insights sem precedentes sobre a aplicação de tecnologias de IA na Europa. Estes insights são a base do novo modelo 360°.

Um modelo para o sucesso

O modelo resulta da identificação de três elementos chave e interligados da transformação empresarial baseada na IA: As vantagens chave da IA, os seus casos de utilização funcional e as capacidades necessárias para promover a IA numa organização.

Estes elementos foram representados sob a forma de 3 círculos interligados para enfatizar a abordagem 360° ao planeamento de uma estratégia de IA.

O modelo permite às organizações avaliar a maturidade da própria IA em diferentes áreas da sua infraestrutura e planear os principais fatores tecnológicos e humanos que têm de ser tidos em consideração em qualquer programa de inovação ou mudança.

Em resumo, o modelo pode ser utilizado das seguintes formas:

  • Como modelo estratégico para investir na IA para executivos e responsáveis de TI.
  • Como suporte ao planeamento da transformação digital, nomeadamente para os executivos.
  • Para identificar onde a IA está atualmente a ser implementada na sua empresa e as áreas em que tem potencial para ser implementada no futuro.

Navegar no modelo:

Cada ponto no modelo é um potencial ponto de partida de uma conversão. Mas é quando são combinados com os pontos de outras camadas que os insights se tornam mais clarividentes ao associarem as várias funções e funcionalidades da IA às suas vantagens principais.

Documento técnico gratuito: O Modelo 360° para a IA

Saiba como navegar no modelo e levar o êxito da IA para a sua organização

Descubra mais artigos relacionados por indústria:

Assuntos Financeiros e Seguros

Autoridade Pública

Comércio & Retalho

Cuidados de Saúde

Educação & Formação

Government

Indústria

Descubra mais artigos relacionados por dossier:

Dicas

  • Grupo de duas mulheres e um homem a trabalhar no escritório enquanto debatem num ambiente de escritório informal. As duas mulheres utilizam portáteis enquanto o homem escreve. Grande ecrã apresentado em segundo plano.

    Tendências das Vendas Modernas para 2019 em 5 Webinars

    A relação entre compradores e vendedores é cada vez mais complexa. Cada parceria potencial implica encontrar o comprador certo, compreender a fundo o seu negócio, monitorizar o progresso ao longo do ciclo de compra e interagir com ele com o conteúdo certo, quando e como ele pretende. Esta dinâmica em constante mudança sublinha a arte […]

Digital Transformation

  • Do you get excited about data?

    Do you get excited about data?

    If you think about it as ones and zeros, soulless spreadsheets, forms and figures, probably not. But what if data could help make cancer and world hunger subjects that kids only learn about in history lessons a decade from now? What if it powered technology that understood our needs and worked proactively to meet them? […]

Histórias dos nossos Clientes

Segurança e Privacidade