Tempo de leitura, 7 min.

“Atualmente, se pretende seguir uma carreira em informática médica, tem de ser altamente qualificado em engenharia de software, machine learning e muito mais. Felizmente, é aqui que os cursos da Microsoft fazem a diferença para mim ao ajudarem-me a dar os primeiros passos no meu percurso de aprendizagem e a adquirir os conhecimentos que no futuro servirão de base.”

Daniel Reichenpfader, aluno de mestrado da Universidade FH JOANNEUM na Áustria, está a debater como a compreensão do papel das novas tecnologias é essencial para assegurar postos de trabalho em domínios altamente competitivos, e como a Microsoft está a ajudar os alunos prepararem-se para eles.

Reichenpfader tem participado numa série de cursos certificados da Microsoft que a sua universidade disponibiliza através do Programa Microsoft Learn para Educadores. Disponível para os alunos de licenciatura e mestrado, o programa procura melhorar as futuras gerações de engenheiros, cientistas e matemáticos baseado nas exigências de recrutamento em evolução dos respetivos setores.

“Existem atualmente tantos programas de estudos à escolha, que muitas vezes um programa de formação não abrange todos os aspetos necessários”, prosseguiu.

“Os cursos personalizados, como os cursos essenciais da Microsoft, complementam a nossa formação existente para todos poderem colmatar as lacunas de conhecimento onde seja necessário, bem como proporcionar uma forma de aprendizagem para toda a vida.”

Como a FH JOANNEUM está a mudar o ensino de TI

Fundada em 1995, a FH JOANNEUM conta com cerca de 4600 alunos por ano e 650 funcionários. Como segunda maior Universidade de Ciências Aplicadas do país, oferece 49 programas de formação que promovem uma abordagem prática e centrada em projetos.

Como cliente da Microsoft para a sua própria rede de TI (baseada em Azure), a FH JOANNEUM também dá formação em soluções Microsoft no seu currículo, em parte uma cortesia do professor veterano Erwin Zinser, Professor de Bioquímica e Gestão de Informações.

“Tenho quase 25 anos de experiência com as tecnologias Microsoft nos meus projetos de investigação, no âmbito das minhas aulas e na minha própria empresa”, afirmou. “Trouxe comigo os conhecimentos, contactos e competências da empresa quando me tornei professor na universidade.”

Mas foi só em 2019 que se deparou com o Programa Microsoft Learn para Educadores, que ele mesmo ajudou a implementar e atualmente gere. “Na minha experiência, o ensino de TI mudou radicalmente na última década. Agora, exige uma abordagem mais holística, bem como uma compreensão mais aprofundada das novas tecnologias”, afirmou.

“Isto fez-nos perceber que tínhamos, enquanto educadores, uma responsabilidade de atualizar os nossos currículos de ensino e preparar os alunos da melhor maneira possível”.

Atualmente no seu último ano de ensino antes da reforma, considera o programa a oportunidade perfeita para o fazer. “A Microsoft pode ser sobretudo uma empresa tecnológica, mas também compreenderam que é muito importante ver como a tecnologia pode ajudar a dar resposta às necessidades e exigências dos setores em que atua”, prosseguiu.

“É o que torna o Programa Microsoft Learn para Educadores tão apelativo, uma vez que incentiva os estudantes a tirarem partido da tecnologia para terem mais impacto na sociedade.”

O programa em poucas palavras

A FH JOANNEUM lançou em 2020 o Programa Microsoft Learn para Educadores, tornando-se a primeira instituição na Europa Ocidental a adotá-lo. A iniciativa permite aos professores transferir pacotes de conteúdos para cada um dos quatro cursos fundamentais da Microsoft (nomeadamente, Azure, AI, Data e Power Platform) e aceder a um conjunto de recursos, como as apresentações, livros ou folhas de dados pré-concebidas.

Os educadores participantes também recebem formação e certificações gratuitas que os ajudarão a ministrar estes cursos no seu currículo, ao mesmo tempo que se mantêm a par de quaisquer novos desenvolvimentos. No momento em que escrevemos este artigo, 10 educadores da FH JOANNEUM já transferiram os cursos e ensinaram mais de 100 alunos. Além disso, 5 destes professores também obtiveram a certificação Azure Fundamentals. As palestras abordam desde os Métodos e Ferramentas de Inteligência Artificial para a Gestão de TI e a Conformidade da TI, até os Fundamentos das Arquiteturas de TI e o Design da Arquitetura na Cloud I e II.

“Entre os nossos cursos de licenciatura e mestrado, temos agora várias palestras sobre as tecnologias Microsoft”, afirmou Zinser. “Podem variar desde os conceitos básicos da cloud, e como trabalhar nela, até cursos mais avançados sobre as estratégias e os modelos de negócios para a cloud”.

O estudante de licenciatura Peter Supper afirma que estes cursos lhe permitem obter o tipo de certificação que os colaboradores procuram cada vez mais. “As soluções e tecnologias da Microsoft representam um terço das ciências informáticas”, afirmou.

“Nos primeiros passos na gestão de projetos de TI, conseguir trabalhar com um dos melhores serviços de cloud e perceber os fluxos de trabalho de IA são excelentes pontos de partida.”

Os programas de mestrado baseiam-se nestes cursos essenciais, que Zinser afirma serem uma excelente oportunidade de estudar as soluções da Microsoft com mais profundidade. “É aqui que os estudantes podem realmente começar a desenvolver novos programas e a compreender melhor os modelos de procedimentos, ou ainda a configurar a tecnologia de cloud”, afirmou. “Também podem contribuir para os próprios cursos e aprender a utilizar a tecnologia para melhorar a sociedade.”

Daniel Reichenpfader, estudante de mestrado, partilhou os seguintes pontos de vista: “Gostei particularmente da oportunidade de aplicar em casos práticos do mundo real a teoria do machine learning e os princípios da IA, dois aspetos com que já estava familiarizado”, afirmou.

“Isto vai ser crucial para a minha carreira no setor da saúde, algo da maior importância para estar a par das mudanças e da inovação contínuas em tecnologias de cloud.”

Vencer a resistência inicial

Em colaboração com a Avanade, uma parceira da Microsoft, a FH JOANNEUM apresentou com êxito o Programa Microsoft Learn para Educadores em 2020. A empresa proferiu como convidada uma palestra que tinha como objetivo sensibilizar para as vantagens do programa.

Mas, como Erwin Zinser explica, se os estudantes tiveram uma reação globalmente positiva desde o início, os professores estavam um pouco hesitantes. “Foi necessária alguma persuasão junto dos meus colegas para alinharem”, afirmou.

“Muitos nunca tinham trabalhado com a Microsoft, pelo que não sabiam o que iria resultar desta parceria. Não sabiam que traziam excelentes ideias e perspetivas.”

Mas Zinser encarou isto como uma oportunidade para enfrentar o ceticismo e mostrar a importância dos cursos certificados para professores e estudantes. “Esta era a minha missão”, afirmou. “Este programa ajudou-me a mostrar-lhes que o setor está a mudar e que temos de acompanhar esta evolução.”

Colmatar o défice de competências no ensino

O Programa Microsoft Learn para Educadores está a ser utilizado por mais de 260 instituições em todo o mundo e tem-se revelado cada vez mais crucial para ajudar a colmatar o défice de competências nos setores da ciência, tecnologia e engenharia.

Dados recentes do Fórum Económico Mundial estimam que 50% dos colaboradores a nível global vão precisar de requalificação até 2025, com os especialistas a destacarem a necessidade de sistemas de ensino para preparar os estudantes para um mercado laboral em transformação.

Como Zinser e os seus alunos explicam, é aqui que os programas essenciais da Microsoft podem realmente fazer a diferença. “O meu domínio de eleição, o setor da saúde, está em grande mudança das soluções em papel para o formato digital e de soluções no local para a cloud”, afirmou Reichenpfader, aluno de mestrado.

“E com a abertura para breve do primeiro centro de dados da Microsoft na Áustria, os conhecimentos sobre os Serviços Cloud do Azure vão ter grande procura em todos os domínios, pelo que para mim é essencial ser proficiente neles.”

Com a FH JOANNEUM a procurar expandir o seu currículo de cursos da Microsoft, Zinser acredita que a tecnologia desempenha um papel crucial na atração de um conjunto de estudantes mais diversificado para as disciplinas STEM. “À medida que preparo a minha reforma no próximo ano, espero realmente ter ajudado a tornar os cursos de tecnologia mais apelativos para as estudantes e a alcançarem níveis de ensino mais baixos”, concluiu.

“Por isso, espero que seja este o meu legado: ter ajudado a sensibilizar para a importância do estudo de disciplinas relacionadas com tecnologia e a adotar a inovação através de programas como o Microsoft Learn para Educadores.”

Agora pode impulsionar a sua carreira com certificações e cursos online gratuitos.

Descubra o programa Microsoft Level Up e comece a melhorar as suas competências de cloud.

Descubra mais artigos relacionados por indústria:

Autoridade Pública

Educação & Formação

Descubra mais artigos relacionados por dossier:

Digital Transformation