Avançar para o conteúdo principal
Pulse
Duas pessoas analisam a imagem de um crânio humano no Microsoft Surface Hub
Tempo de leitura, 5 min.

Mais um ano volvido e o eHealthSummit continua a destacar-se como o principal evento de tecnologias da saúde em Portugal. Entre os dias 19 e 22 de Março, milhares de profissionais de saúde e cidadãos visitaram (presencialmente e online) o PT Meeting Center e a exposição na Sala Tejo da Altice Arena, para assistir às mais recentes novidades do sector. Entre palestras e demostrações, a Microsoft e os seus parceiros marcaram uma forte presença.

Destacamos a sessão de abertura do evento que trouxe ao Palco Principal, Elena Bonfiglioli, Microsoft Regional Business Leader Health and Life Sciences.

Retrato de Elena BonfigloliO tema da sessão foi Cuidados de Saúde: Melhores Experiências, Melhor Visão, Melhores Cuidados.

O foco da sessão incidiu na capacitação das equipas de profissionais de saúde e reimaginar o futuro do sector através da medicina personalizada. Foram apresentados exemplos nacionais, como a plataforma nacional de indicadores dos cuidados de saúde primários e a solução de Monitorização pós-cirúrgica da HopeCare, que conta já com mais de 400 utentes em vigilância permanente.

No final da apresentação Elena Bonfigloli explicou como a Microsoft e os seus parceiros estão a conseguir traduzir o sistema imunitário humano, de forma a atuar preventivamente e personalizadamente no combate à doença.

Microsoft Healthcare Stage

No palco instalado no nosso stand pudemos assistir a interessantes Flash Talks relativas a soluções tecnológicas capazes de otimizar a gestão de entidades de saúde nas mais diversas vertentes. Tanto numa perspetiva de gestão hospitalar e de cuidados de saúde primários, como numa ótica de profissional de saúde, os nossos parceiros cobriram várias perspetivas de capacitação de recursos através da tecnologia. O nosso agradecimento à DevScope; Armis; WhyMob; DXC; Shift Consulting e XpandIT.

Um grupo de pessoas assiste a uma apresentação na booth da Microsoft

Microsoft Healthcare Stand 

1. Medicina personalizada
A medicina personalizada tornou-se hoje uma importante motivação para capacitar as entidades do setor da saúde a melhorarem os seus resultados clínicos e operacionais e ao mesmo tempo proporcionar melhores experiências aos utentes. No nosso stand apresentamos várias tecnologias que o comprovam, nomeadamente:

  •  A Capgemini apresentou o Microsoft Dynamics 365 Healthcare Accelerator, desenhado para a saúde que permite a implementação de soluções de Unified Service Desk (conhecidas como balcão único), permitindo a otimização dos processos operacionais (agendamento, referenciação, esclarecimento de dúvidas, interação com familiares, contact center, etc.) proporcionando uma experiência omnicanal aos diversos atores do serviço, começando pelo paciente.
  • O nosso parceiro HealthySystems, mostrou como através do Azure (ferramentas de interoperabilidade e segurança) e de soluções como o Power BI poderemos alcançar uma visão holística do paciente através de vários departamentos, ajudando assim a criar um plano de tratamento centrado no utente, que apoia os vários profissionais de saúde envolvidos.

2. Capacitar as Equipas de Profissionais de Saúde
A colaboração entre profissionais de saúde e com o paciente é fundamental. No eHealthSummit a Microsoft apresentou a sua mais recente novidade de colaboração, O Microsoft Teams para a saúde. Esta solução foi desenhada para capacitar as equipas de profissionais de saúde na criação de novas formas de trabalho melhorando significativamente as capacidades de comunicação e colaboração.

A Microsoft está a investir muito em funcionalidades avançadas de trocas de mensagens recorrendo a standards internacionais como o FHIR para permitir a integração segura e transparente dos registos clínicos eletrónicos no contexto da comunicação entre profissionais. Este tipo de colaboração permite a personalização de mensagens sobre o paciente em tempo real permitindo orientações precisas para todos os elementos das equipas de cuidados.

3. Melhoria dos Resultados Operacionais
No contexto demográfico e de restrição orçamental em que nos deparamos, a melhoria dos resultados operacionais relacionados com os processos de diagnóstico, tratamento e de gestão dos processos de saúde, está sempre na ordem do dia.

No eHealthSummit, tivemos o prazer de contar com os representantes da USF-AN (Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar), que apresentou plataforma nacional de indicadores de gestão dos cuidados de saúde primários, que foi desenvolvida em conjunto com a SPMS, a ACSS e o Coordenador Nacional para a reforma do SNS na área dos cuidados de saúde primários. A plataforma é pública, conta já com milhares de acessos proporcionando acesso a centenas de indicadores clínicos e operacionais (tempos de espera, acessibilidade, assiduidade, duração de consultas, etc). A plataforma é já uma referência internacional e pretende dar visibilidade às melhores práticas das instituições de forma a poder tornar como referência as organizações com melhores processos e modelos de governança.

Ainda no contexto da melhoria dos resultados operacionais, o nosso parceiro HealthySystems apresentou soluções que permitem, através do acesso aos diversos logs dos sistemas operacionais e à troca de mensagens estruturadas e não estruturadas, mapear os diversos processos clínicos, medindo a sua eficácia e ajudando na tua otimização.

Um grupo de pessoas visitam o stand da Healthy Systems

A HopeCare por sua vez, demonstrou o seu produto – HC Alert – um sistema analítico de telesaúde que disponibiliza ferramentas de triagem clínica, permitindo que as equipas de cuidados possam apoiar e assistir os pacientes remotamente.

Demonstração da aplicação da HopeCare em vários dispositivos móveis

Finalmente, a Plain Concepts, com recurso ao HoloLens, demonstrou como é que equipas cirúrgicas podem fazer uso da realidade aumentada para formar novos médicos, preparar ou mesmo executar cirurgias de alta precisão de forma mais eficiente. O nosso parceiro espanhol apresentou igualmente a sua solução da área oncológica, que demonstra como a Inteligência Artificial está a apoiar no diagnóstico ao cancro da mama, mesmo em casos de deteção difícil como é o caso dos seios com alta densidade.

Uma demonstração da solução da Plain Concepts que utiliza o Hololens

Estudo gratuito: Inteligência Artificial em Portugal. Como 277 grandes empresas europeias beneficiam da IA

Descubra como os seus pares da Europa Ocidental e de Portugal usam a IA para transformar digitalmente as organizações

Assuntos Financeiros e Seguros

Autoridade Pública

  • Duas pessoas num ambiente interior a utilizarem o Surface Go no escritório

    Como a tecnologia está a transformar o trabalho dos organismos públicos

    Os organismos públicos têm a responsabilidade final perante os seus cidadãos. As pessoas dependem dos serviços que lhes são prestados como nenhum outro tipo de instituição o faz. Seja nos cuidados de saúde, na educação, nos negócios, nas estradas, nos caminhos de ferro ou no abastecimento de água, é essencial que os organismos públicos estejam […]

Comércio & Retalho

Cuidados de Saúde

Educação & Formação

Indústria