Avançar para o conteúdo principal
Guy standing next to plane looking at Smartwatch to check reporting.

A EPCOR, 100% subsidiária da Air France Industries KLM Engineering & Maintenance, prevê falhas futuras com dados e IA

Luís Silva

Luís Silva

Azure Lead

Tempo de leitura, 6 min.

A EPCOR fornece serviços de manutenção, reparação e revisão, incluindo instalações de teste de última geração para componentes pneumáticos e unidades de energia auxiliar (APU). A APU é responsável por iniciar os motores principais e fornecer energia a funções essenciais das aeronaves. Ao tirar partido dos dados da APU baseados na cloud através de análises de dados inovadoras e da aprendizagem automática, a EPCOR está a ajudar as companhias aéreas a cumprir os seus objetivos de custos, segurança e fiabilidade. E nós, como viajantes, evitamos as frustrantes indicações de "atrasado" no aeroporto.

Como parte do Grupo Air France Industries KLM Engineering & Maintenance, a EPCOR introduziu as reparações da APU no seu catálogo de componentes pneumáticos em 2006, explorando os conhecimentos da sua companhia aérea para fornecer soluções de manutenção e a disponibilidade com base num espírito de contínuo melhoramento. Foi no seguimento desta abordagem evolutiva que, há um ano e meio, foi tomada a decisão de modernizar o seu património de TI. Este começava a mostrar-se obsoleto à medida que o negócio crescera de uma equipa de cerca de 30 elementos, há 10 anos, para os quase 200 profissionais atualmente. Ao utilizar uma solução de ERP especificamente concebida para o mercado MRO, a EPCOR constatou que gerava dados inconsistentes. Isto forçou a empresa a depender de processos demorados que envolviam folhas de cálculo do Excel e diversas ferramentas para extrair os dados com a qualidade necessária.
"O desafio era implementar um ambiente de TI moderno e seguro, com uma camada de aplicações, que não só era adequado para suporte e digitalização dos nossos processos de negócio, mas também para salvaguardar o futuro e fomentar a inovação," afirma o Gestor de TI da EPCOR, Jan-Willem Bult.

Traçar um caminho

Foi definido um plano com um foco na eficiência, no melhoramento do serviço e na diferenciação da EPCOR relativamente à concorrência no mercado MRO (manutenção, reparação e revisão).

Inicialmente, a EPCOR melhorou a infraestrutura básica de TI antes de os dados se tornarem a preocupação principal com a implementação do Dynamics 365 Finance & Operations, juntamente com um data warehouse e o Microsoft Power BI para substituir o SAP Business Objects. Por fim, tendo convertido a sua própria ferramenta de recolha e monitorização de dados das APUs das aeronaves numa ferramenta mais moderna, chamada Prognos for APU, a EPCOR migrou os seus dados e fluxos de trabalho para Microsoft Azure. Isto permitiu que a empresa conseguisse uma melhor visualização e gestão dos dados, extraindo valor de informações anteriormente inativas. Ao mesmo tempo criou a base para uma ciência e análise de dados mais avançadas.

Foco no futuro

Atualmente, a EPCOR é capaz de adotar uma abordagem mais proativa à manutenção, seja pela monitorização do desgaste do motor tradicional ou pelo realce de falhas menos óbvias, como danos de obstáculos externos (FOD), em que aves e outros objetos entram e degradam uma APU ao longo do tempo. "As aeronaves podem não indicar que há algo errado com o motor", explica Niels van Hofwegen, o Gestor de Programas do Prognos for APU da EPCOR. "O motor pode continuar a funcionar, mas podemos ver que está com dificuldades em alcançar o desempenho que devia. Isto significa que o desgaste está a aumentar, o que leva a custos de reparação maiores se não se atuar rapidamente." Para combater estes desafios, Niels trabalhou com cientistas de dados em projetos para desenvolver novos algoritmos com funcionalidades preditivas utilizando os dados baseados na cloud da EPCOR e já está a ver resultados. "No futuro que, com os conhecimentos que temos atualmente, poderemos evitar danos significativos nas APUs, bem como os custos envolvidos", afirma.

Serviço centrado no cliente

Trabalhando em colaboração com as companhias aéreas para receber comentários e informações sobre o seu novo modelo operativo, a EPCOR pretende atingir um papel líder no setor no que respeita à inovação. "Temos engenheiros de APU e todo o conhecimento técnico sobre motores. A única coisa que não tínhamos era a tecnologia de TI." diz Niels. "Foi por este motivo que contratámos especialistas e agora os resultados estão à vista."

Ao compreender o tipo de danos que uma APU tem ou por onde voou e ao combinar essas informações com dados anteriores ou provenientes de outras companhias aéreas que utilizam APUs semelhantes, a EPCOR pode aceder, analisar e obter uma grande quantidade de informações de várias origens com o Azure, Dynamics 365, Microsoft 365 e Power BI. À medida que a EPCOR realiza mais operações de manutenção, o seu conjunto de dados cresce exponencialmente em dimensão e valor. A previsibilidade do seu novo sistema baseado na cloud proporciona um valor acrescentado à EPCOR, permitindo que a empresa preveja e antecipe o número de idas à oficina, e preveja a rentabilidade com base na análise dos padrões preditivos. Jan-Willem considera que a tecnologia da Microsoft não só oferece oportunidades para a inovação e, consequentemente, para a diferenciação, mas também a capacidade de fornecer novas garantias aos clientes e relativamente ao desempenho das APUs.

Podemos prever o desempenho de uma APU. Assim, podemos otimizar o stock e o prazo de entrega.

Principais requisitos

  • Infraestrutura para migrar a partir dos sistemas locais e proporcionar uma base sólida para o futuro.
  • Ambiente de hardware moderno para normalizar o local de trabalho, aumentando a produtividade e flexibilidade.
  • Abordagem preditiva para tirar partido dos dados através da IA e da aprendizagem automática.

Continuar a melhorar

Como empresa inovadora moderna, visionária e baseada na cloud, a EPCOR percorreu um longo caminho desde as folhas de cálculo e processos manuais do passado. O seu investimento tecnológico já trouxe benefícios e oportunidades adicionais para toda a empresa, sendo que, por exemplo, a sua abordagem à aprendizagem automática e à IA está preparada para a obtenção de ainda mais êxitos. As conquistas da EPCOR até à data também promoveram um crescimento notável que, consequentemente, resultará na mudança da empresa para instalações maiores nos próximos anos para atender ao número crescente de APUs que gere. Com o objetivo de aumentar o workload durante este período sem aumentar significativamente o número de colaboradores, melhorar a eficiência e a produtividade será crucial – ainda para mais tendo em conta a mudança. Felizmente, o património modernizado da EPCOR torna o melhoramento da eficiência e a transferência dos sistemas tarefas muito mais simples. "Tradicionalmente, migrar e transferir toda a infraestrutura de TI é um enorme projeto," afirma Jan-Willem. "Estamos muito satisfeitos por agora estar na cloud, onde basta ligar-nos e executar através da Wi-Fi."

Com mais aeronaves viabilizadas pela EPCOR no ar, as mais de 100 companhias aéreas e os seus passageiros em todo o mundo irão seguramente permanecer satisfeitos.

Experimente o Microsoft Azure gratuitamente

Comece a implementar a sua grande ideia com o Azure

Experimente gratuitamente o Microsoft Dynamics

Unifique as capacidades de CRM e ERP e elimine os silos de dados com o Dynamics 365

Assuntos Financeiros e Seguros

Autoridade Pública

  • Duas pessoas num ambiente interior a utilizarem o Surface Go no escritório

    Como a tecnologia está a transformar o trabalho dos organismos públicos

    Os organismos públicos têm a responsabilidade final perante os seus cidadãos. As pessoas dependem dos serviços que lhes são prestados como nenhum outro tipo de instituição o faz. Seja nos cuidados de saúde, na educação, nos negócios, nas estradas, nos caminhos de ferro ou no abastecimento de água, é essencial que os organismos públicos estejam […]

Comércio & Retalho

Cuidados de Saúde

Educação & Formação

Indústria